Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

Década de 80

De Presidente Prudente, Pedro Kemp seguiu para o Instituto Paulo VI, em Londrina-PR, onde concluiu o curso de filosofia. Em 1983, iniciou o curso de psicologia na antiga FUCMAT (Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso). Na época, entrou para o Movimento Estudantil e presidiu o Centro Acadêmico de Psicologia, iniciando sua trajetória política. Em 1984, passou a atuar nas Pastorais Sociais, desenvolvendo atividades com as famílias residentes na Favela Vila Nova, em Campo Grande.

No ano seguinte, 1985, Pedro Kemp filiou-se ao Partido dos Trabalhadores – PT, disputando, em 1986, a primeira campanha eleitoral para o cargo de deputado estadual. Foi indicado pelo Núcleo dos Estudantes Petistas da FUCMAT. Já em 1987, assumiu a presidência do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores em Campo Grande. Na sua gestão, o PT deflagrou o processo de filiação de pessoas atuantes nos movimentos sociais e na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores. Em 1988, graduado, Kemp passou a atuar como psicólogo da Escola Alternativa de Meninos e Meninas de Rua, desenvolvendo um trabalho de resgate e garantia da cidadania à juventude. Por conta da atuação, Kemp iniciou sua trajetória no movimento dos direitos humanos. Ainda naquele ano, disputou a segunda eleição, desta vez, como candidato a vereador de Campo Grande, conquistando 845 votos.

Compartilhe: