Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

É dever do poder público apoiar o Carnaval e blocos precisam ter incentivos, diz Kemp

Campo Grande, 15/02/2019

Representantes dos “Blocos Carnavalescos” batalharam para que fosse garantido o Carnaval de rua na Esplanada Ferroviária  e o deputado estadual Pedro Kemp acompanhou e defendeu o diálogo com o poder público. “O Carnaval é a maior festa popular brasileira, além de ser uma marca importante da manifestação cultural do nosso povo. É importante que o poder público incentive as iniciativas populares desta natureza e garanta a sua realização com segurança e organização”, disse Kemp.

“A Cultura é uma área que deve ser mais valorizada e os produtores culturais precisam ser respeitados e apoiados”, completou.

Para a professora Silvana Valu, do Cordão Valu, contar com o apoio de todos os agentes públicos se faz essencial. “O Carnaval apesar de ser uma manifestação popular organizada, geralmente pela sociedade civil, precisa ter como apoio de todos do poder público. Nós da sociedade civil organizamos e fazemos a festa. O poder público tem que se comprometer por ser responsável pela segurança das pessoas e limpeza das ruas, por exemplo”, disse Silvana Valu.

Segundo a carnavalesca, as manifestações culturais precisam ser valorizadas e respeitadas. “ Nós da sociedade civil temos o direito de ocuparmos os lugares públicos e de nos manifestar, de mantermos as nossas tradições, folclores”, completou a professora.

Do bloco Capivara Blasé, a atriz Ângela Montealvão falou sobre o apoio do deputado estadual Pedro Kemp para que o evento possa acontecer na área da Esplanada, durante os dias de Carnaval. “Nós contamos este ano com o apoio muito significativo do deputado Pedro Kemp  aproximando o diálogo entre os blocos e os demais órgãos públicos. Este diálogo tem sido fundamental para a melhor compreensão da natureza do evento, pois  os “Blocos de Rua” embora sejam produzidos pela sociedade civil, não são eventos privados ou de caráter comercial. São eventos públicos e de grande relevância cultural para a população. O deputado Pedro Kemp, que sempre esteve mais próximo da Cultura, tem clara está compreensão e  tem sido nosso porta-voz, nosso articulador para defender os blocos como eventos públicos perante os demais órgãos”, completou Ângela Montealvão.

Um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) foi firmado entre a prefeitura e o MPE (Ministério Público Estadual) para que a festa possa acontecer na Esplanada Ferroviária com condições estabelecidas para que o patrimônio público seja preservado. Kemp assinou a ata junto com representantes dos órgãos públicos, que trata desses compromissos. Este ano a previsão é de que a festa comece às 14 horas e termine às 22 horas na Esplanada Ferroviária.

 

  • Neste sábado, 16, acontece o penúltimo “Esquenta” do Cordão Valu, na Jeremias Casa de Shows, a partir das 18h30. O grupo Sampri e a Charanga do Cordao  vão apresentar o show. Haverá concurso, com premiação, de fantasias para crianças e adultos. Já no domingo, 17,  é a vez do Capivara Blasé fazer a festa. Cada “Esquenta” tem uma temática. A do dia 17 será Axé da Bahia, Capivara da Bahia. A presença de Sampri e Chokito está confirmada.

 

 

Assessoria de Imprensa Mandato Participativo Pedro Kemp – Jacqueline Lopes DRT078/MS

Com informações de Walter Gonçalves/Cordão Valu e Ângela Montealvão/Capivara Blasé

Assessoria de Imprensa Mandato Participativo Pedro Kemp

Compartilhe: