Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

Governo federal não reajusta repasse da merenda e prejudica alunos da área rural

Campo Grande, 11/05/2017

“Tem alunos na área rural que estão sem o café da manhã porque o recurso não está sendo suficiente! O valor era de R$ 0,30 e passou para R$ 0,36 por aluno/dia. É preciso que seja corrigido de acordo com a inflação para R$ 0,48/dia”, Kemp.

O deputado estadual Pedro Kemp (PT-MS), presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, cobrou hoje (11) através de uma indicação ao MEC (Ministério da Educação) o reajuste no valor do repasse da merenda escolar.

“Tem alunos na área rural que estão sem o café da manhã porque o recurso não está sendo suficiente! O valor era de R$ 0,30 e passou para R$ 0,36 por aluno/dia. É preciso que seja corrigido de acordo com a inflação para R$ 0,48/dia”, Kemp.

A indicação será encaminhada para o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, para que o valor da merenda escolar tenha o reajuste com base no IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Escolas pequenas, da área rural padecem sem poder garantir o café da manhã às crianças. Muitas delas, deixam para fazer a primeira refeição na escola. “Com o reajuste abaixo do IPCA, as unidades escolares permanecem com dificuldade para a compra porque os preços dos alimentos sobem. Fato que reduz a quantidade e a qualidade dos produtos”, finaliza.

 

Compartilhe: