Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

“Orçamento Público e Função Social da UEMS” é tema de audiência pública

Campo Grande, 27/10/2017

Audiência Pública “Orçamento Público e Função Social da UEMS” acontece na segunda-feira às 13h30 no campus Campo Grande – O deputado estadual Pedro Kemp, presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, é o proponente da audiência, uma parceria entre o Legislativo e a ADUEMS (Associação dos Docentes da UEMS)

“A UEMS é muito importante para a formação dos nossos jovens. Ela enfrenta problemas que vão desde a falta de infraestrutura nas cidades do interior até a falta de recursos e até de professores. A audiência pública pretende discutir os problemas e buscar juntos uma saída”, disse Pedro Kemp.

Com R$ 207 milhões de orçamento para 2018, R$ 160 milhões já estão comprometidos com despesas da Universidade (folha de pagamento e financiamento) só restando 22% de todo o orçamento para custear os 15 campus instalados em Mato Grosso do Sul nas cidades de:

Campo Grande, Jardim, Aquidauana, Cassilandia, Paranaiba, Coxim, Nova Andradina, Ivinhema, Gloria de Dourados, Dorados, Amambai, Ponta Porã, Mundo Novo, Ivinhema e Maracaju.

A ADUEMS prepara a audiência, no campus de Campo Grande,  na Avenida Dom  Antonio Barbosa (MS-080), 4.155, em frente ao Conjunto José Abrão, nesta segunda-feira às 13h30, no auditório da instituição.

Haverá a apresentação cultural de Alguimar Amâncio da Silva, a exibição de um vídeo sobre a luta da comunidade acadêmica para que a UEMS seja efetivamente considerada prioridade pelo Governo do Estado.

O deputado estadual Pedro Kemp será o mediador dos debates.

Foram convidados para fazer parte da mesa de autoridades:

o ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Dilvo Ristoff, o membro da Associação Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), o presidente da ADUEMS, Esmael Almeida Machado, o secretário de Estado de Governo, Eduardo Riedel, a secretária de Estado de Educação, Maria Cecília Amêndola da Motta, o secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro, a presidente do Diretório Central Acadêmico da UEMS, Olga Cristina Carneiro de Andrade, o presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação do MS, professor Jaime Teixeira, o Professor Doutor, que atua junto ao movimento indígena da UEMS, Rogério Ferreira da Silva e a professora, que representa o movimento afrodescendente, Maria de Lourdes Silva.

Compartilhe: