Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte

Negros

A luta por políticas afirmativas pautou os primeiros anos de atuação do deputado Pedro Kemp na Assembleia Legislativa. É de sua autoria a lei 2.605, de janeiro de 2003, que instituiu na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) a cotas para negros, beneficiando desde sua aprovação, 1.637 pessoas que ingressaram na instituição e transformaram a cara da universidade pública. Uma política que em seis anos de implantação garantiu justiça à população negra do Estado.

Ao propor o sistema de cotas, Pedro Kemp percorreu os municípios do estado debatendo a legislação com educadores, alunos, servidores públicos e esclarecendo à população da necessidade de se implantar uma política que resgatasse a auto-estima do povo negro, instituindo um mecanismo de superação do passado discriminatório, tendo o Brasil como um dos últimos países a abolir à escravidão. No parlamento, Pedro Kemp jamais se calou diante dos casos de discriminação e preconceito contra as pessoas negras. Seu mandato tem preocupação especial com as populações que histórica e culturalmente foram vítimas de um passado de segregação.

Crianças da Comunidade Tia Eva, em Campo Grande

Crianças da Comunidade Tia Eva, em Campo Grande

Compartilhe: